sábado, 15 de maio de 2010

Indiferenças são, sempre, todas as coisas iguais... que se olham, ignoram e no fundo, amam-se verdadeiramente.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Fiz-me em silêncio, cobri-me de um manto branco e derramei toda a minha a minha dor em linho. Gritei mas ninguém ouviu. Avisei mas negaram aceitar. Fiz-me em silêncio quando o céu se fechou e dormi.

sábado, 8 de maio de 2010

A ti


Hoje, acordo com a chuva a bater na janela, e a melodia que oiço das gotinhas de água a caírem com força no chão, fazem-me lembrar a harmonia do teu coração. Mas afinal, toda a Natureza me faz lembrar de ti, há um pormenor teu em cada perfeição que vejo. Soubesses tu meu amor, que a minha vontade era permanecer o resto da vida mergulhada na magia desse olhar que me acalma. Soubesses tu que todas as tuas banalidades são, para mim, profundos gestos de doçura que tens entranhada nos poros da tua pele. Soubesses tu meu eterno e inesquecível anjo, que é a tua sombra que me faz mover (...)
És apenas a pessoa mais importante desta vida,
Amo-te profundamente e amar-te-ei sempre,
Com Amor,
Estrela (do Mar)

domingo, 2 de maio de 2010

A Luz trespassou-me o peito como uma flecha e disse-me baixinho "Gostava de ficar, abraça-me"...mas o meu corpo ficou imóvel. Ela cruzou-se comigo em câmara lenta,voltou devagar a cabeça e correu para a vida.